A importância do networking médico na área da saúde

Existem profissionais altamente comunicativos, que se relacionam facilmente com outras pessoas, e outros que são mais reservados, tendo um círculo restrito de contato. Respeitadas as características pessoais de cada um, é importante que você saiba como usar seu networking médico para gerar mais oportunidades de crescimento na carreira.

O networking médico, por exemplo, é uma boa maneira de expandir seu círculo de amizades e começar a construir relacionamentos que, uma hora ou outra, podem gerar boas parcerias e outros benefícios que você vai conhecer neste post.

Novas parcerias

Boas sociedades começam em conversas informais e troca de ideias, como em um evento ou happy hour. Se você se relaciona com profissionais da sua área, fica mais fácil compartilhar experiências e aprender com as melhores práticas dos colegas, criando clínicas especializadas.

Por outro lado, se você tem forte vínculo com profissionais de segmentos diferentes do seu, eis a chance de começar a pensar em uma policlínica, onde seja possível atender a pacientes de diversas especialidades no mesmo local.

Mesmo atuando em clínicas distintas, você pode aproveitar seu networking médico para trocar serviços, com um profissional indicando o outro. É o que acontece, por exemplo, com nutricionistas que indicam endocrinologistas e ortopedistas que indicam fisioterapeutas.

Ainda com relação às parcerias, você pode querer explorar novas tecnologias para aprimorar seu relacionamento com os pacientes, mas sentir dificuldades em aplicá-las ao seu dia a dia. Encontrando alguém que já faça uso dessas inovações, fica mais fácil inspirar-se para ingressar de vez na Era Digital.

Desenvolvimento de pesquisas

As pesquisas na área médica avançam dia a dia e atraem cada vez mais profissionais para este segmento de mercado. Conhecendo as pessoas certas, você pode ingressar em grupos de pesquisas e ajudar na evolução da medicina.

Neste caso, é importante conhecer profissionais que atuam em universidades, como docentes e pesquisadores. Mas como usar seu networking se você ainda não conhece ninguém nesse nicho de atuação?

Fácil: participe de eventos acadêmicos e científicos. Acompanhe os CRMs de cada estado para saber quais são os eventos da categoria e fique atento também aos sites de universidades que possuem o curso de medicina.

Inscreva-se nos eventos que sejam mais interessantes e não esqueça de caprichar no cartão de visitas, afinal, é ele quem fica com seus contatos depois de uma boa conversa.

Ingresso na docência

Já que entramos no tema acadêmico, existem médicos e profissionais da área de saúde que desejam ingressar na carreira docente. Se este é o seu caso, aproveite para fazer um bom networking médico com quem está nessa carreira há mais tempo.

Além de dicas de por onde começar sua carreira docente, profissionais mais experientes podem orientá-lo quanto a temáticas mais pedidas pelas universidades e como desenvolver sua didática, afinal, mais do que saber, você precisa ensinar os alunos.

Lembre-se que, para dar aula no ensino superior é preciso ter mestrado ou doutorado. Algumas faculdades ainda aceitam especialistas, mas a tendência é que quem tenha pós-graduação stricto sensu saia na frente.

Iniciativas paralelas

Muitos profissionais têm o sonho de desenvolver projetos pessoais paralelamente à carreira médica. É o caso de quem atua na área pediátrica e gostaria de desenvolver um projeto social, por exemplo. Se não dá para fazer tudo sozinho, é possível realizar seus objetivos reunindo pessoas com o mesmo interesse que você.

Para encontrar profissionais alinhados à sua ideia, faça bom uso das redes sociais, conecte-se a pessoas importantes e que tenham algo a agregar ao seu projeto. Lance sua ideia em grupos de discussão, recrute interessados e comece a construir seu networking médico com a ajuda dessas plataformas.

Atualização constante

Uma das maiores vantagens de saber como usar seu networking é manter-se atualizado sobre sua área de atuação. Colegas que fazem pós-graduação no exterior e trazem novidades, profissionais que estão atuando em outros países e têm experiências inovadoras a compartilhar, são ótimas fontes de conhecimento.

Você pode, inclusive, sondar oportunidades de trabalho em outros locais preparar-se para mudar de cidade e quem sabe de carreira, tornando-se um gestor de uma clínica própria ao invés de um médico contratado.

Visibilidade e networking médico

Para conquistar mais pacientes e desenvolver uma reputação que o precede, é preciso investir na imagem e na visibilidade da sua marca, ou seja, tornar seu nome conhecido no mercado.

Estratégias de marketing médico não faltam para que isso seja possível, mas ter uma boa rede de contatos também ajuda. Se você publica um artigo interessante no Linkedin, por exemplo, e sua rede de contatos começa a compartilhá-lo, você ganha visibilidade.

Naturalmente, várias pessoas começarão a seguir você na rede social, inteirar-se das suas atividades e participar mais proximamente da sua vida, o que pode gerar novos negócios.

Crescimento pessoal e profissional

Por fim, não podemos deixar de destacar que o contato constante com profissionais agrega valor ao seu perfil, tanto pessoal quanto profissional. A troca de ideias, experiências e conhecimentos com pessoas que compreendem seus desafios diários pode trazer soluções antes impensadas.

Por exemplo: você pode ter um paciente com um histórico de saúde complexo e sem solução definitiva até o momento. Mas, ao compartilhar o caso (sem violar a relação médico-paciente) com outros profissionais, estes podem sugerir respostas que você ainda não tenha considerado.

Por isso os grupos de discussão, bem como os eventos do setor médico, são importantes para o desenvolvimento da sua carreira.

Fechamos o assunto networking médico? Então aprenda algumas técnicas para aumentar seu número de pacientes também!

Rafael Américo

Rafael Américo

Rafael trabalha com Inbound Marketing na Vitta, produzindo conteúdos voltados para a geração e nutrição de leads. Jornalista, se especializou em economia, negócios e empreendedorismo. Ama cinema, aprender idiomas e conhecer novas estratégias de comunicação. Quer ajudar a Vitta a mudar a saúde do Brasil! #somostodosvittanos

6 Comentários

  • Eduardo
    27 de outubro

    Por que devo ir a eventos de empreendedorismo em saúde?

    • Matheus Soares
      27 de outubro

      As faculdades de medicina não preparam tão bem os médicos para lidar com empresas e negócios. Por isso, para ter uma formação que vai além da técnica, mas que também permita à sua clínica ganhar mais dinheiro. As dicas e trocas de experiências não tem preço!

  • Berenice
    27 de outubro

    Como usar as redes sociais para fazer mais contatos?

    • Matheus Soares
      27 de outubro

      O LinkedIn sempre foi uma rede voltada mais para o mundo corporativo, mas profissionais da saúde e autônomos também estão fazendo parte deste universo. Use as redes para conhecer mais profissionais, seus interesses e os conteúdos que divulgam

  • Poliana
    27 de outubro

    O que esse networking pode me ensinar profissionalmente?

    • Matheus Soares
      27 de outubro

      A sua formação técnica já está completa com a faculdade, a residência e as especializações. Mas eventos e diálogos ajudam para trazer insights e novas ideias de negócio que podem ser aplicadas em sua clínica!

Deixe o seu comentário

[i]
[i]