Como criar o seu site médico

O marketing digital é uma crescente no mercado da saúde, cada vez mais médicos estão se relacionando com os pacientes em diferentes plataformas, e entre elas, a online.

Você já sabe como criar o seu site médico? Acompanhe as nossas dicas e deixe o seu comentário ao final do post!

Site

Identidade visual é tudo! As pessoas, ao visitarem um site médico, se atentam a todos os detalhes e esperam encontrar a mesma identidade visual – do site – na clínica.

Design

Busque sempre fornecer aos pacientes uma interface “flat”, trazendo clareza e simplicidade nas informações e nos elementos visuais. Imagine que, um site clínico, não pode usar e abusar das cores vibrantes e Pop Ups ou Plugins, isso pode infringir a particularidade do usuário que está navegando.

Cores como Azul, Branco ou Verde são referências em assuntos como “Saúde”, “Segurança” e “Bem-estar”.

Referências

Inclua sempre o máximo de informações possível sobre o seu corpo clínico. Quanto mais conteúdo, mais confiança é transmitida ao paciente. Neste momento tudo é válido: diplomas, certificados, depoimentos de pacientes satisfeitos, etc…

Além disso, crie uma galeria de fotos com o interior – e até mesmo o exterior – do seu estabelecimento, mostrando o quão transparente a clínica é na comunicação com o cliente.

Por fim, é sempre de bom grado indicar a localização da sua empresa, incluindo o endereço e o horário de funcionamento

Layout

Organize todas as informações do seu site com cautela, estruture o conteúdo de forma que a leitura seja sempre sucinta e completa.

Blocos ou colunas?

Tudo depende da quantidade e da relevância das informações que estão nas abas do site. O fundamental é garantir que o paciente navegue na plataforma de maneira intuitiva e prática.

Não se esqueça também da hierarquia de informações! A informação mais importante deve, sempre, estar na página inicial.

Informações

Quais informações devem ser colocadas no site médico?

Além das informações-referência (como citamos anteriormente), é elementar mencionar o telefone de contato da clínica médica, todos os exames que podem ser realizados nela, convênios atendidos e unidades espalhadas.

Você pode, ainda, adicionar uma aba direcionada ao Blog da clínica. Mas antes, é necessário criar um!

Blog

A criação de um blog traz muitas vantagens para qualquer negócio. Além de educar os pacientes e todas as pessoas que passarem por ele, você consegue rankear melhor a sua empresa nas pesquisas do Google.

Ou seja, quanto melhor o conteúdo e mais atrativo, mais bem posicionado o seu blog estará (podendo trazer mais clientes para o seu negócio).

Claro que, para isso, é necessário fazer uma pesquisa de palavras-chave e aplicá-las de forma orgânica no seu conteúdo.

Mídia Social

Aproveite tudo que a internet e o marketing digital tem a oferecer!

Se você já tem o seu site médico criado, divulgue suas funcionalidades ou eventuais notícias importantes sobre a sua clínica nas redes (por exemplo se o seu estabelecimento for pauta de alguma matéria em um grande portal).

Isso gera um engajamento imenso dos seus seguidores, além da famigerada credibilidade – importante em todo e qualquer negócio, mas principalmente na área da saúde.

Mas como manter as redes sociais sempre quentes?

Para manter uma frequência nas postagens, publique conteúdos – semanalmente – escritos no blog da clínica. Uma dica é publicar pelo menos duas vezes por semana, não esfriando a página e nem causando um overposting nos seus seguidores.

Quais redes devo usar?

Além do e-mail e WhatsApp, que podem ser utilizados como canais de comunicação direta entre você e os pacientes, o Facebook e o Linkedin são ótimas redes para inserir o perfil da sua clínica médica.

Melhores ferramentas

Ok, já deu para entender como fazer a hierarquia das informações, trabalhar o design e inserir informações no site médico, mas qual ferramentas auxiliam no processo de criação?

Site

EasyPress: Para mexer nessa plataforma (hospedada pela Site.com.br), você não precisa saber nada de tecnologia, programação ou códigos em HTML, basta escolher um tema e editar os elementos.

Lander: Este servidor oferece alguns dias de gratuidade até que você teste completamente o serviço. Sua maior vantagem é a disponibilização de testes e experimentos para traçar métricas no site (Testes AB para decidir qual versão agrada mais pacientes).

Wix: Muito conhecido e utilizado por ser totalmente gratuito. Porém, o site é muito pouco intuitivo e bastante confuso.

Unbounce: Um pouco menos conhecido, possui uma metodologia muito parecida com o Lander – e também é pago mensalmente.

KlickPages: Bastante conhecido por usuários que buscam adquirir sites, mas o preço é um pouco fora do padrão e não tão acessível.

WebNode: Muito parecido com o Wix: gratuito, tecnológico e veloz; mas, também, um tanto quanto confuso. Existem muitas reclamações de conteúdos apagados, o que prejudica bastante a imagem do servidor.

Yola: Também similar ao Wix e, consequentemente, ao WebNode. Possui um plano inicial pago e recebe comentários positivos dos usuários.

Blog

Apesar de alguns servidores como o Wix e o WebNode possibilitarem a criação conjunta de um blog, existe uma ferramenta que é impecável no assunto:

WordPress

Além de ser a ferramenta por trás deste blog, ela é uma das mais utilizadas na internet. Completa, intuitiva e prática, possibilita ao criador do site uma organização completa dos conteúdos e imagens postados.

O seu uso é gratuito, sendo pago apenas se você quiser retirar o subdomínio do WordPress em sua URL (como por exemplo clínicax.wordpress.com)

Você gostou do conteúdo? Comente a sua experiência com a criação de sites médicos e compartilhe seu conhecimento conosco!

Lucas Menezes

Lucas Menezes

Publicitário, autor do livro "Versos e Versões", faz parte da Antologia Poética Brasileira e valoriza a riqueza da cultura nacional. Atualmente, trabalha com Marketing de conteúdo e com estratégias para geração de leads qualificados na Vitta. #somostodosvittanos

8 Comentários

  • Vitoria Bressan
    30 de novembro

    Nossa, esse é o melhor post que eu já vi no blog! Muito informativo, parabéns para a Vitta!!

    • Lucas Menezes
      30 de novembro

      Muito obrigado Vitoria!

  • Luiza Coentrão
    30 de novembro

    Uma vez tentei fazer meu portfólio no Wix e enfrentei muita dificuldade, acho o Behance muito mais fácil

    • Lucas Menezes
      30 de novembro

      Olá Luiza, tudo bem? Também fiz o meu portfólio no Behance, enfrentei muitas dificuldades utilizando o Wix.

  • Hugo Almeida
    30 de novembro

    Não conhecia o Yola, fiz o meu site médico pelo WebNode

    • Lucas Menezes
      30 de novembro

      Quanto mais referência melhor! Obrigado pelo comentário Hugo.

  • Fernanda Berrini
    30 de novembro

    Também produzo conteúdos para blog e utilizo o wordpress! Belo conteúdo, vou compartilhar

    • Lucas Menezes
      30 de novembro

      Obrigado Fernanda!

Deixe o seu comentário