Veja como a decoração da clínica e suas cores impactam seus pacientes

Imagine a seguinte situação: Você visita um empreendimento e, enquanto aguarda atendimento, repara que o local é nada atrativo ou não está organizado. Por mais que a equipe dessa empresa ofereça um serviço de qualidade, sua experiência nunca vai ser completa. Isso acontece por conta da importância dos nossos sentidos! A decoração da clínica, por exemplo, é um aspecto que merece muita atenção. Muitos empreendedores não sabem, mas podem estar perdendo pontos preciosos com seus pacientes por conta da ambientação em salas de espera e consultórios médicos!

Entretanto, muito mais do que oferecer um ambiente agradável, é possível influenciar na tomada de decisões dos seus clientes. Duvida? É exatamente isso que a psicologia das cores discute. Esse tipo de linguagem é capaz de despertar sensações de bem-estar, prazer ou irritação. Dessa maneira, a fim de não impactar negativamente seu serviço clínico, fique atento! A decoração, se realizada de forma inteligente, pode render ótimos frutos ao seu empreendimento. Confira:

Psicologia das cores e sua finalidade

A visão é o sentido que conduz informações ao cérebro da maneira mais rápida. A cor nos estimula de diversas maneiras. Muito mais do que um fenômeno ótico, possui um significado próprio e gera impacto próprio e individual. Dessa maneira, se tornou comum observar profissionais do marketing estudando as maneiras com que consumidores reagem a determinados estímulos cromáticos a fim de aumentar suas vendas. Apesar do método não ser totalmente infalível, não restam dúvidas de que pode ser extremamente útil.

Segundo Neil Patel, referência mundial em marketing digital, a cor representa 85% da razão pela qual consumidores adquirem produtos. Assim, negligenciar esse estudo em seu empreendimento pode resultar em resultados não tão satisfatórios. Essa influência pode ser vista na publicidade, moda e na maneira como somos vistos pelos outros. E, inclusive, pode ser observada na decoração da clínica!

É importante levar em conta que os estímulos proporcionados podem sofrer alterações de acordo com sua aplicação e combinação. Dessa maneira, não deixe de utilizar os tons de modo inteligente.

Só posso usar branco?

Segundo a psicologia das cores, a cor branca traz sensação de paz, cura e tranquilidade. Por isso, não surpreende que seja tão utilizada em instituições da saúde. Entretanto, é importante ressaltar que essa escolha não é regra. Existem outras tonalidades que podem auxiliar a decoração da clínica. Principalmente se você atua em um mercado específico.

Por exemplo, a cor violeta está associada ao feminino, proporciona calma e é frequentemente utilizada no marketing em produtos de antienvelhecimento. Pode ser uma boa opção em clínicas de dermatologia que atendem um serviço especializado para mulheres acima dos quarenta anos. Já o verde é bastante ligado a saúde e renovação, enquanto o azul em tons mais claros geram calma.

Agora, não se esqueça: o uso de cores deve ser feito com parcimônia. Ou seja, se escolher uma tonalidade mais intensa, invista na sua utilização em pequenos detalhes, e não na pintura de uma parede inteira, por exemplo.

Foco na ambientação  

A criação de um espaço moderno e sofisticado pode passar despercebida, porém não se engane. É de extrema importância! Pensando em empreendimentos médicos, a obrigatoriedade de ambientes calmos e mais sóbrios fica clara. Apesar disso, é importante criar um espaço funcional e que também seja aconchegante.

Objetos decorativos, como quadros nas paredes, podem ser detalhes marcantes que reforçam o requinte do seu empreendimento e ainda podem melhorar o clima, acabando com aquele aspecto “hospitalar”, que pode incomodar alguns pacientes. Um aspecto que também merece destaque é a iluminação. Opte pela indireta e aposte em abajures e lustres, que deixam a decoração da clínica mais acolhedora, além de transmitir cuidado.

Outras melhorias na recepção

De fato, a recepção é a porta de entrada do seu empreendimento. O erro de alguns administradores é negligenciar esse espaço. A sala de espera, por exemplo, deve ser bem ventilada e com móveis confortáveis. No entanto, existem outras formas de certificar seus pacientes que eles estão sendo bem recebidos.

Além de água e café, já clássicas, a disponibilização do Wi-fi, por exemplo, pode ser uma maneira de distrair seu cliente que espera por atendimento. Principalmente nos dias de hoje, em que é cada vez mais comum observar as pessoas conectadas aos seus smartphones.

E se meu orçamento estiver limitado?

Não se desespere! Não é necessário gastar um valor muito alto na compra de móveis, por exemplo. Pense na funcionalidade que cada produto vai trazer ao seu negócio. Se a decoração for um assunto muito distante da sua realidade, pode ser uma boa ideia ouvir a opinião de colegas ou dos próprios membros da sua equipe. A partir das conversas, é possível colher alguns insumos bastante relevantes na realização dessa tarefa!

Não se esqueça das exigências de agências reguladoras!  

Para seu empreendimento funcionar, é necessário seguir as normas da Vigilância Sanitária. Estrutura física e condições higiênicas são alguns dos aspectos analisados. A regularização e manutenção de um padrão de excelência são mandatórias. Por isso, a fim de evitar problemas, fique sempre atento!

Decoração da clínica: uma estratégia inteligente

Não cometa o mesmo erro de alguns empreendedores. A fim de melhorar o relacionamento com seus pacientes, é imprescindível fazer a decoração da clínica de modo eficiente. Muito mais do que oferecer um atendimento de excelência, não se esqueça de pesar a aparência e usabilidade do seu espaço.

Para receber mais dicas administração e gestão, continue acompanhando as outras postagens do nosso blog. Para ficar sempre informado, não se esqueça de seguir nossos perfis nas redes sociais!  

Rafael Américo

Rafael Américo

Rafael trabalha com Inbound Marketing na Vitta, produzindo conteúdos voltados para a geração e nutrição de leads. Jornalista, se especializou em economia, negócios e empreendedorismo. Ama cinema, aprender idiomas e conhecer novas estratégias de comunicação. Quer ajudar a Vitta a mudar a saúde do Brasil! #somostodosvittanos

Deixe o seu comentário