Prontuário Eletrônico do Paciente – Uma nova forma de otimizar o atendimento

Encontrar formas de otimizar o atendimento é um objetivo comum entre os gestores de instituições médicas. Cada vez mais, muitos se deparam com a possibilidade de adotar um sistema de prontuário eletrônico para cumprir esse propósito. Você já pensou a respeito, mas quer saber se funciona mesmo?

De fato, é importante conhecer bem uma ferramenta, suas funcionalidades e aplicações para, então, se certificar de que o investimento vai ser bem feito. Por isso, desenvolvemos este post para que você entenda como o PEP pode contribuir para a rotina de sua clínica, melhorando o atendimento e aumentando a satisfação de colaboradores e pacientes. Acompanhe!

As diferenças entre o PEP e o prontuário tradicional

Se você ainda não conhece essa tecnologia, pode estar se perguntando se o prontuário eletrônico do paciente (também chamado de PEP) é mesmo melhor do que o prontuário tradicional. Afinal, para mudar de um sistema para o outro é preciso ter certeza de que as diferenças realmente serão sentidas de forma positiva.

A verdade é que, em essência, o PEP funciona na mesma forma que o prontuário tradicional, mas de forma totalmente digital. Isso significa que ambos reúnem informações sobre a saúde do paciente e sobre o atendimento prestado, por exemplo.

Com isso em mente, já é possível deduzir que há otimização do tempo (e do atendimento) porque se gasta menos tempo para digitar as informações do que para escrevê-las à mão. E isso inclui reduzir ou eliminar refações por erros que comprometam a compreensão ou, até mesmo, que invalidam guias. E inclui, também, permitir que os médicos tenham mais tempo para fazer anotações mais completas, aumentando as chances de um atendimento bem-sucedido.

Vale saber, ainda, que o prontuário eletrônico é mais seguro do que o tradicional. Estando no ambiente digital em um sistema em nuvem, conta com diferentes níveis de proteção para garantir acesso apenas de pessoal autorizado.

Assim, só quem compartilha informações de login e senha consegue obter as informações de cada paciente. E isso faz com que a comunicação entre os membros da equipe médica seja mais fácil e rápida, contribuindo para a continuidade na assistência prestada.

Como o PEP contribui para otimizar o atendimento

Como você deve ter notado, já apontamos algumas características do prontuário eletrônico que contribuem para a otimização do atendimento. Mas há ainda outras vantagens que a ferramenta oferece nesse sentido.

Quer sua clínica seja nova e ainda em crescimento ou já consolidada e com ampla cartela de pacientes, você provavelmente já viveu alguma das duas situações apresentadas a seguir: o tempo gasto para encontrar o prontuário de um paciente que há tempos não aparecia e a dificuldade em encontrar informações no histórico de um paciente atendido com frequência.

Em ambos os casos, seus colaboradores esbarram em problemas que não só prejudicam o andamento do atendimento, podendo gerar atrasos em toda a agenda do dia, como afetam a qualidade do serviço, afastando os pacientes. Isso sem mencionar a insatisfação dos próprios colaboradores que precisam lidar com a situação.

Isso porque, depois do tempo gasto em busca de documentos ou dados, os colaboradores tendem a fazer um atendimento mais apressado para cumprir a agenda. E, para o paciente que está ali para cuidar da própria saúde, o menor sinal de problema tende a gerar desconforto e insegurança.

Com o PEP, todos os documentos e informações de que se precisa estão salvos no sistema do software de gestão médica. E, com isso, a busca por nomes, datas ou termos se torna muito mais ágil e fácil. Consequentemente, não há perda de tempo e nem a criação de um cenário que gere estresse para os colaboradores ou preocupação para os pacientes.

E isso tudo, claro, significa que o atendimento vai ser feito com a devida qualidade e de acordo com o planejamento da clínica, sem afetar a agenda e a rotatividade.

Porque vale a pena otimizar o atendimento com o uso do prontuário eletrônico

Tudo bem se você ainda estiver em dúvida quanto a contratação de um prontuário eletrônico para a sua clínica médica. Entendemos que implementar qualquer mudança exige recursos financeiros, de esforço e tempo. E, diante disso, é normal e benéfico querer ter certeza antes de tomar uma decisão.

É verdade que, com boa organização, você pode encontrar meios de tornar o atendimento de sua clínica mais ágil, mas dificilmente vai conseguir um resultado tão bom quanto o PEP pode trazer.

Mas, para além da agilidade, é preciso ressaltar que o uso dessa tecnologia tem benefícios que contribuem tanto para a fidelização de seus colaboradores quanto para a de seus pacientes.

E isso acontece porque a rotina de uma instituição médica é atribulada para todos os envolvidos. Para os colaboradores, são muitas responsabilidades a cumprir que poderiam contar com a ajuda de um bom sistema de prontuário para reduzir o gasto de tempo e energia com tarefas burocráticas. E, para os pacientes, trata-se de uma situação sempre delicada e que se beneficia de qualquer fator que traga mais segurança, conforto e qualidade.

O mercado da saúde é concorrido e exigente. Atualmente, com a evolução tecnológica otimizando processos por todos os lados, deixar de buscar uma solução adequada para a sua clínica médica é correr o risco de ficar para trás.

Por isso, colocando na balança os benefícios do PEP e as dificuldades relativas à implementação do sistema, é certo que você vai ser capaz de compreender porque vale a pena contar com essa tecnologia para otimizar o seu atendimento.

Gostou da ideia, mas acha que precisa de ajuda para escolher o prontuário adequado para a sua clínica? Então confira este outro post sobre os cuidados necessários para a contratação de um sistema de gestão médica!

Lucas Menezes

Lucas Menezes

Publicitário, autor do livro "Versos e Versões", faz parte da Antologia Poética Brasileira e valoriza a riqueza da cultura nacional. Atualmente, trabalha com Marketing de conteúdo e com estratégias para geração de leads qualificados na Vitta. #somostodosvittanos

2 Comentários

Deixe o seu comentário