Médicos na internet: por que ranqueamento no Google é importante

https://wp.me/p8LUv8-hS

Nos dias atuais, é muito difícil conhecer alguém que não tenha um celular, uma conta no Facebook ou que não tenha feito alguma pesquisa no Google recentemente. Nossa rotina está incorporada às redes e ficamos praticamente 24 horas conectados à internet, e essa não é uma realidade tão antiga assim. A verdade é que não faz muito tempo que o mundo online se tornou um item indispensável para todos nós, e por isso a presença de médicos na internet é cada vez mais requisitada.

Afinal de contas, todos nós mudamos e todos nós, de certa forma, somos e seremos pacientes de algum médico. Por isso, é muito importante entender o impacto que a tecnologia provocou nas nossas vidas e o que isso pode significar para você, médico, e para outros profissionais da área da saúde.

Entenda: agora os pacientes têm muito mais acesso à informação, eles possuem uma série de aplicativos instalados no celular e muitos deles certamente são voltados exclusivamente para o cuidado com a própria saúde.

Dr. Google?

Além disso, agora você tem um concorrente de peso chamado Dr. Google. Ele não tem diploma de medicina, mas tem feito o papel de médicos por aí. Isso porque é ao Google que muitas pessoas recorrem antes de agendar uma consulta com você — e sem ter que sair de casa ou pagar absolutamente nada por isso.

As respostas para muitas dúvidas que antes um paciente tiraria com o médico em uma consulta agora está à distância de um clique, literalmente na palma da mão. É só escrever o sintoma no campo de buscas do site e pronto: milhares de respostas vão aparecer.

É correto dizer, portanto, que o paciente em si não mudou. Ele continua tendo as mesmas necessidades de sempre e precisa de cuidados médicos personalizados. O que mudou, na verdade, foi a forma de ele interagir com o mundo.

Ter consciência disso faz toda a diferença para um profissional de saúde. Lista de telefones? Esqueça: para que abrir aquele livro grande e pesado sendo que, com apenas um clique, o Google dá as respostas que as pessoas precisam? Pedir indicações a amigos e familiares de médicos para se consultar? Os pacientes já usam a internet para isso!

Por que ter ranqueamento no Google é tão importante para os médicos?

Um bom ranqueamento no Google é uma das principais estratégias de marketing digital, e ela pode ser muito útil para médicos também. Mas por quê?

Para entender, basta fazer um simples experimento. Jogue o nome da sua especialidade no Google seguida da palavra “consulta”. Por exemplo: “dermatologista consulta”.

Aparecem aproximadamente 510 mil resultados. Se você é um dermatologista e está presente de alguma forma na internet, você certamente faz parte deste número. Mas de que adianta estar entre os milhares de resultados do Google se você aparecer nas últimas páginas de pesquisa, onde as pessoas geralmente nunca chegam?

Se você usa o Google, você deve saber que, ao fazer uma pesquisa, muita gente só considera os primeiros resultados, que aparecem nas primeiras páginas. O resto acaba sendo esquecido ou ignorado.

Por isso, é fundamental que o médico se preocupe com o marketing do próprio consultório. Afinal, se a nossa rotina está cada vez mais ligada à internet, os pacientes também estão por lá, inclusive aqueles que podem encontrar o seu nome e agendar uma consulta pela primeira vez.

E como faz para ter um bom ranqueamento no Google? Existem uma série de ferramentas que ajudam e que seguem técnicas de Searching Engineering Optimization — mais conhecidas pela sigla SEO. Elas servem justamente para otimizar os resultados de determinado domínio na internet (site) para que ele se adeque melhor a aquilo que o Google considera como mais relevante para aparecer nos primeiros resultados.

O efeito direto disso é um aumento no número de cliques e, com isso, um aumento no número de pessoas que vão chegar até a sua clínica ou consultório por meio da internet. E, levando em conta que hoje quase tudo mundo procura um médico pelo Google, essa pode ser uma das estratégias mais importantes a serem adotados por você, médico, em seu negócio.