Software de gestão em saúde: local ou nuvem, qual é a melhor opção para a sua clínica?

A qualidade de uma clínica não está atrelada apenas à maneira com que os pacientes são atendidos. O background, ou seja, a gestão, também faz toda a diferença nos serviços prestados. Processos ágeis e eficientes, capacidade de análise, mobilidade e assertividade nas decisões são conquistados com o uso de um software de gestão em saúde. E por falar nisso, você sabia que 83% das organizações de saúde usam softwares na nuvem?

O famoso SaaS (Software as a Service) tem ganhado bastante espaço no setor, gerando dúvidas sobre qual a melhor opção: software de gestão em saúde local ou na nuvem?

Confira agora as diferenças e faça sua escolha!

Instalação e implementação

Um software local precisa de licença do fornecedor para ser usado, exige a implementação de um servidor e a instalação do software nos computadores que vão operá-lo.

A implementação do software local também exige uma equipe de TI local, um custo adicional para sua clínica. O suporte aos usuários durante e após o período de implementação da ferramenta pode ou não fazer parte do pacote comprado.

Um software na nuvem, por sua vez, não precisa de servidores, tampouco ser instalado em cada máquina. Ele fica na nuvem, isto é, em servidores virtuais hospedados na internet.

Assim, qualquer dispositivo que tenha acesso à internet e a um navegador pode acessar o software de gestão em saúde.

Customização do software de gestão em saúde

Quando adquirimos uma licença de software de gestão em saúde local, nem sempre podemos solicitar ao fornecedor mudanças que trariam benefícios para a clínica, como a integração com outras ferramentas de gestão, por exemplo. Na maioria das vezes, é como comprar um CD de músicas: você não pode agregar novas músicas ao seu CD.

Caso haja possibilidade de customização, essa acaba saindo bastante cara, pois sua clínica tem que arcar com os custos totais do desenvolvimento de uma nova funcionalidade.

Softwares de gestão na nuvem tem mais possibilidades de integração com outras ferramentas, bem como de desenvolvimento de funcionalidades. A melhor parte é que todos os usuários do software recebem a mesma atualização, sem custos adicionais.

Mobilidade corporativa

Quem gerencia uma clínica não pode estar preso a uma mesa para poder acessar dados estratégicos do negócio, tais como relatórios financeiros e análises de desempenho.

Optando por uma ferramenta local, você está preso ao computador em que o sistema está instalado. Já pensou tirar férias e ter que voltar para resolver um problema ou analisar um relatório?

Esse tipo de situação não acontece com softwares de gestão na nuvem, pois você pode acessá-los de qualquer lugar, bastando uma conexão com a internet. Dependendo da ferramenta que você use, pode até haver um aplicativo para smartphone que possibilite a gestão da sua clínica a apenas alguns cliques.

Segurança da informação

Os dados estratégicos da clínica devem ficar à salvo de riscos ambientais, tais como raios, enchentes e descuido de funcionários. Um raio pode afetar toda a instalação elétrica da clínica e vir a queimar o servidor. Neste caso, seus dados estariam completamente perdidos.

Essa é outra situação que não ocorre com softwares de gestão em saúde na nuvem. Os backups são feitos automaticamente e os dados são disponibilizados em servidores virtuais. Caso um falhe, outro assume o lugar e você não perde nada, nenhuma informação.

O uso de hierarquias de acesso também confere maior segurança aos dados que não devem ser de conhecimento de todos. Por exemplo: os colaboradores da recepção acessam apenas as informações necessárias para o desempenho de suas atividades; o financeiro, da mesma forma; a gestão de pessoas, igualmente.

As tecnologias de segurança de dados empregadas em softwares na nuvem também protegem a clínica de possíveis invasões por vírus ou hackers. Uma das medidas mais adotadas é a criptografia de ponta a ponta, onde apenas quem tem a chave de segurança consegue ler as informações.

Escalabilidade

Softwares de gestão locais costumam ter um limite de armazenamento de dados. Quando você chega próximo a esse limite, precisa fazer um upgrade ou trocar de ferramenta, o que gera novos custos para a clínica.

Esse fator é bastante limitador para quem procura fazer o negócio crescer. Já pensou ter um software que comporte 1000 pacientes cadastrados e, ao alcançar o paciente 1001 você não possa atendê-lo? Softwares na nuvem costumam ser flexíveis, já que oferecem diversas funcionalidades em troca de uma mensalidade, sem criar a relação de armazenamento de dados com o preço final.

Custo x benefício

Depois de passarmos por todas essas diferenças, talvez você já tenha percebido que um software de gestão em saúde na nuvem tem grandes vantagens, as quais oferecem maior comodidade e segurança para os gestores da clínica. Mas queremos abordar um último item: o custo de cada ferramenta.

A compra da licença de um software local costuma exigir um investimento inicial alto. Se você pesquisar no mercado, vai encontrar softwares cuja licença de uso ultrapassa 1 milhão de reais.

Softwares na nuvem não exigem tal investimento, pois você paga uma mensalidade condizente com as funcionalidades e capacidade de armazenamento contratadas.

Isso gera uma economia enorme para a clínica, sem falar que é possível controlar com bastante precisão seus investimentos em tecnologia. Quando a clínica cresce, o investimento aumenta proporcionalmente, sem afetar seu fluxo de caixa.

Ficou interessado em saber mais sobre softwares de gestão em saúde na nuvem? Acompanhe a Vitta nas redes sociais e fique por dentro das novidades!

como as tecnologias ajudam a reduzir custos

Regiane Monteiro

Regiane Monteiro

Formada em Jornalismo, pós-graduada em Marketing e Gestão de Projetos, atua há mais de 10 anos com conteúdo digital, dos quais 6 anos foram dedicados ao e-commerce. Passou pelo Guia da Semana, Grupo TV1, Groupon, CVC Viagens e Moip Pagamentos. #somostodosvittanos

6 Comentários

  • Marcio
    26 de setembro

    O preço de um software na nuvem é mais barato que um local?

    • Lucas Menezes
      26 de setembro

      O software na nuvem sem dúvidas tem o melhor custo benefício! O que acontece no mercado é que na compra de um software local, o consumidor paga um preço mais caro por ter feito a compra do programa todo compacto. Ou seja, você acaba pagando um alto preço tudo de uma vez.

  • Tomas
    26 de setembro

    Qual a dificuldade de uso de um software na nuvem?

    • Lucas Menezes
      26 de setembro

      Quase nula! O ClinicWeb é um software de gestão na nuvem totalmente intuitivo e prático, não sendo necessária instalação ou compra de um CD para programar o seu comptuador.

  • Ivan
    26 de setembro

    A customização vem pronta com o sistema?

    • Lucas Menezes
      26 de setembro

      A customização quem faz é você, de acordo com o jeito que você trabalha melhor. Você pode padronizar os seus relatórios e prontuários de forma a otimizar o seu processo operacional na clínica.

Deixe o seu comentário