Conheça as 10 principais métricas de performance de uma clínica

conheça as 10 principais métricas de performance de uma clínica

Você sabe quais são as principais métricas de performance para clínicas? Coletar e analisar dados faz parte do processo de gestão de qualquer negócio. Porém, é preciso saber quais informações levantar e como utilizá-las em busca de crescimento e sucesso.

Pensando nisso, preparamos este post para que você conheça as 10 principais métricas para clínicas e entenda a importância de acompanhar esses dados para garantir a melhoria do atendimento e atrair mais pacientes. Interessado? Continue a leitura e saiba mais!

O que são métricas de performance

Métricas de performance são mecanismos que possibilitam a coleta de dados sobre o desempenho de uma clínica médica, a nível operacional, clínico e financeiro.

Em suma, são informações importantes para se fazer a análise de práticas fundamentais para o sucesso da clínica. É bem provável que você já acompanhe alguns desses dados, mas talvez sem dar a devida importância ou sem saber quais deles são, de fato, os mais relevantes.

Porque mensurar e analisar resultados é importante

Analisar métricas de performance é importante para tomar decisões que realmente sejam condizentes com a realidade e as possibilidades da clínica.

Todo gestor se preocupa com a viabilidade e almeja um crescimento sustentável para garantir o sucesso do seu negócio. Para tanto, o desafio é encontrar meios de melhorar a qualidade e o volume de atendimentos da clínica médica.

Descobrir quais fatores ou atividades da rotina da clínica precisam ser mudados ou aprimorados é algo que pode ser feito a partir da análise das métricas. E isso faz com que o processo de tomada de decisões seja bem embasado, reduzindo as chances de falha e garantindo melhores resultados.

conheca as 10 principais metricas de performance de uma clinica medica

As 10 principais métricas para clínicas

Não é produtivo colher dados sem entender a sua importância. Há muita informação disponível e, para uma boa análise de performance, vale a pena se concentrar nessas que são as principais métricas para clínicas. Acompanhe:

Satisfação dos pacientes

Pacientes e seus familiares são o público de uma clínica médica. A medição do nível de satisfação pode ser feita por meio de questionários enviados após a realização de uma consulta ou exame. Saber o que pensam sobre atendimento, a pontualidade, as instalações, por exemplo, é fundamental para encontrar falhas ou possibilidade de melhorias.

Tempo na sala de espera

O tempo de permanência na sala de espera é uma das questões que fazem a diferença para a experiência do paciente em uma clínica médica. Assim sendo, avaliar se há boa rotatividade ou muita demora é uma forma simples e clara de se avaliar o desempenho do atendimento local.

Duração de consultas e procedimentos

Da mesma forma,  é válido avaliar o tempo que cada técnico ou médico leva para realizar um atendimento e definir quais atendimentos são mais breves ou mais demorados. Isso ajuda a definir horários, intervalos e metas que favoreçam a rotatividade de pacientes e a realização de atendimentos de qualidade.

Total de consultas realizadas

Além de mostrar se o número de consultas realizadas é ou não satisfatório, essa métrica ajuda a detectar variações ocasionadas, por exemplo, pela época do ano e o aumento ou diminuição da incidência de determinada enfermidade. Um dado que pode ser usado para a realização de projeções a no planejamento administrativo e financeiro.

Número de pacientes novos

O número de pacientes novos atendidos pela clínica num determinado intervalo de tempo serve para avaliar se o crescimento está acontecendo de forma satisfatória e sustentável, se está superando as expectativas ou se está baixo demais e é preciso investir em soluções.

Número de cancelamentos e não comparecimentos às consultas

Um número alto de pacientes que não aparecem ou que cancelam consultas pode ser indicativo de falhas na comunicação ou no atendimento de sua clínica. Além de indicar que seus pacientes estão focados apenas no tratamento de doenças e não em medidas de promoção da saúde.

Número de pacientes que não marcam retorno

Novamente, se muitos pacientes não marcam seu retorno, indicam que estão mais focados no tratamento de suas enfermidades. A métrica também serve para indicar que esses pacientes podem estar descontentes com o atendimento prestado em sua clínica médica.

Média de consultas por paciente

Se os pacientes consultam poucas vezes, pode significar que eles abandonam o tratamento precocemente ou que acreditam que não há motivos para acompanhar mais de perto a própria saúde. Por outro lado, se os pacientes se consultam muitas vezes, significa que sua clínica está tendo sucesso em mostrar a eles a importância de cuidar da saúde.

Valor médio gasto por paciente

O valor médio gasto por cada paciente precisa ser mensurado e avaliado como fator que contribui para o equilíbrio financeiro e viabilidade da manutenção ou expansão das atividades da clínica.

Faturamento

Acompanhar o faturamento é fundamental para a saúde financeira da clínica médica. Para tanto, vale contar com planilhas e gráficos que sejam atualizados em tempo real com informações sobre pagamentos, atrasos, glosas médicas e outros. Dados fundamentais para a realização de projeções e para otimização da gestão do orçamento.

Eficiência administrativa

Métrica que avalia o custo e o valor agregado dos processos administrativos para a clínica. Seu objetivo é encontrar meios de reduzir ou realocar gastos, de modo a tornar o negócio mais sustentável e favorecer seu crescimento.

Como um software de gestão pode ser útil no processo

Fazer a coleta e analisar todas essas métricas não é tarefa fácil, sobretudo considerando que é preciso evitar falhas que possam comprometer todo o processo.

O uso de um software de gestão torna mais fácil o levantamento dos dados apresentados neste post. Ao substituir processos manuais, a ferramenta faz com que o processo seja mais rápido e livre de erros, garantindo melhores resultados.

Há alguma outra métrica que você considera essencial para analisar a performance de sua clínica? Deixe seu comentário!

Rafael Américo

Rafael Américo

Rafael trabalha com Inbound Marketing na Vitta, produzindo conteúdos voltados para a geração e nutrição de leads. Jornalista, se especializou em economia, negócios e empreendedorismo. Ama cinema, aprender idiomas e conhecer novas estratégias de comunicação. Quer ajudar a Vitta a mudar a saúde do Brasil! #somostodosvitta

6 Comments

  • Vivian
    26 de setembro

    Como faço para medir a satisfação dos meus pacientes?

    • Lucas Menezes
      26 de setembro

      Você pode implementar essa pesquisa com a metodologia do NPS (Net Promoter Score). Ao final de cada consulta você pode entregar a questão “Em uma escala de 0 a 10, quanto você indicaria nosso serviço para um amigo?”, assim, você ficará sabendo a média da qualidade de seu atendimento.

  • Marcondes
    27 de setembro

    O tempo na sala de espera na maioria das vezes é inevitável, como deixar isso mais leve e menos entediante para os pacientes?

    • Lucas Menezes
      27 de setembro

      Às vezes uma solução minimalista e simples pode ser mais eficaz do que qualquer planejamento estratégico. Ao retirar o relógio de parede da sala de espera, você já torna a experiência menos massante e muito mais suave para quem está aguardando.

  • Fabio
    27 de setembro

    O número de não comparecimentos é solucionável? É uma métrica que pode ser administrada?

    • Lucas Menezes
      27 de setembro

      As ausências e faltas são totalmente solucionáveis! Na maioria das vezes, o paciente se ausenta da consulta pelo simples esquecimento dela, com um eficaz e prático disparo de SMS no dia anterior você consegue suprir quase todas essas faltas. Acesse o site https://www.clinicweb.com.br/ ou ligue para o telefone 0800 878 8134 e entre em contato conosco para saber mais!

Deixe o seu comentário